sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Bibliotecas


No pesado silêncio das bibliotecas
crescem monstros pavorosos.
Assustadores e extremamente agressivos,
poderiam provocar grandes tragédias.
Só não o fazem porque
adoram ler.
Livros os acalmam e os transformam
em dóceis e cultos bichinhos.
E é isto também que mantém
meus fantasmas calados.


Ilustração: sardera

7 comentários:

Vivian disse...

...então meu querido,
então continue lendo, lendo
muito, e assim seguirás escrevendo
encantadoramente como só você
sabe fazer!

smackssssssss, poeta!

saudades de você!

Anne M. Moor disse...

Rangel

A leitura é nosso tesouro.

Beijos poeta
Anne

Gislãne disse...

Geralmente os livros me inquietam ou acalmam, outros me envolve e outros provocam-me indiferença.

Beijos sinceros

:)

Graça Pereira disse...

Que bom seria se todos gostassem de ler...talvez esquecessem suas amarguras e aprendessem a viver!
beijo
Graça

Isa disse...

Trouxe a "alma minha",para responder à "alma tua"...
Tenho a seguir vc pessoas que muito estimo.
Digo que arranjei uma Família,aqui,
escolhida por mim!
Beijo.
isa.

armalu disse...

continua lendo...talvez acabes com os diabinhos...que transformam gente linda..em gente...

Lara Amaral disse...

Ah, que bacana esse escrito, gostei! Os meus fantasmas estão quietos, mas às vezes agitam por aqui, rs.

Beijo.